ACESSE

Para Bolsonaro, criminalizar homofobia prejudica os próprios homossexuais

Telegram

Em café da manhã com jornalistas, Jair Bolsonaro defendeu que a decisão do STF de criminalizar a homofobia prejudica os próprios homossexuais.

Para o presidente, um patrão ficará mais receoso de contratar um homossexual, porque poderá ser “acusado falsamente de ser homofóbico” se tiver de demiti-lo em algum momento.

Bolsonaro também avaliou que o STF legislou ao equiparar a homofobia ao crime de racismo.

“O STF entrou na esfera penal, estão legislando agora. E essa decisão prejudica os próprios homossexuais. A decisão do Supremo, com todo respeito aos ministros, foi completamente equivocada.”

Quando a política pode aprender com o esporte; leia artigo de Ana Paula Henkel. Leia aqui

Comentários

  • PAULO -

    É isso aí Bolsonaro, além de não concordar com a criminalização da Homofobia, também acho um absurdo o STF legislar. O Congresso só se cala porque deve à Justiça.

  • Juliano -

    Por que no te calas ?

  • Moises -

    Se homossexuais ja virou um genero, pq não temos esportes com atletas apenas dessas especies? Natação masculina outra Feminina e outra LGBT+.

Ler 122 comentários