Para Janaina, inquérito pode servir para "destituir procuradores"

Janaina Paschoal publicou nesta sexta-feira uma série de tuítes com duras críticas ao inquérito sigiloso aberto no STF que investiga fake news e supostos ataques à Corte.

A deputada estadual do PSL-SP citou várias decisões recentes, no âmbito do inquérito, que passam, segundo ela, “a terrível sensação de que há algo muito grave a ser escondido”.

“O inquérito sigiloso, a princípio, versava sobre ‘fake news’. De repente, serve para afastar funcionários da Receita e, segundo se anuncia, servirá para requisitar cópias de investigações presididas por outros juízes. Ao que parece, pode servir também para destituir procuradores”, postou Janaina em uma das mensagens.

A parlamentar lembrou que há três pedidos de impeachment contra o presidente do STF, Dias Toffoli, “na mesa do Presidente do Senado”, Davi Alcolumbre. Um dos pedidos está assinado pela própria Janaina, em conjunto com outros juristas e advogados.

“Os três pedidos, apesar de analisarem os fatos sob perspectivas diversas, são consistentes. Não importa qual será recebido. O que importa é que algum seja recebido. Não seria inadequado, inclusive, apensar os três em um único processo”, disse a deputada do PSL.

Janaina completou:

“O Supremo Tribunal Federal é importantíssimo, por isso precisamos cuidar para que seus membros não exorbitem no exercício do poder.”

Comentários

  • Eduardo -

    O congresso bloqueia tudo contra o STF e o STF de Gilmar, Toffoli, Moraes e Levandowisky bloqueia tudo dos congressistas de Davi. É o velho Brasil que não deixa o novo vingar

  • Angela2 -

    Este inquérito será usado como desculpa para tirarem o DELTAN!!!!

  • Sandra -

    Falta agora um pedido de impeachment do $enador álcoolumbre.

Ler 180 comentários