Para livrar Lula, ministros querem impedir Fachin de votar no HC de Maluf

Para livrar Lula, ministros querem impedir Fachin de votar no HC de Maluf
O ex-ministro da Casa Civil e da Fazenda Antonio Palocci (PT) deixa o Instituto Médico Legal (IML) em Curitiba para exame de corpo de delito. Palocci foi preso temporariamente na 35ª fase da Operação Lava Jato, intitulada Omertà, que investiga indicios de relação criminosa entre o ex-ministro e a empreiteira Odebrecht

Procuradores detectaram uma emboscada contra a Lava Jato em gestação no STF.

O Habeas Corpus de Paulo Maluf entrou na pauta de quarta-feira, juntamente com o de Antônio Palocci. Como publicamos, a intenção de Cármen Lúcia foi dificultar, com isso, o julgamento das ADCs contra a prisão em segunda instância que Marco Aurélio Mello quer impingir ao plenário.

Só que do HC de Paulo Maluf consta o pedido de impedimento de Edson Fachin, matéria que já estava pacificada pela inadmissibilidade.

Como não há mais matéria pacificada num STF em luta aberta, se o pedido de impedimento for admitido, Fachin, autoridade coatora, não poderá votar. E, se der empate na votação do mérito do HC, Maluf estará livre.

O pulo das feras é o seguinte: se Fachin não puder votar no caso de Maluf, HCs de réus da Lava Jato, incluindo um de Lula, serão impetrados com o ministro igualmente impedido. E todo mundo sairá da prisão sai com o provável 5 a 5 na votação.

Sim, é exatamente isso: para livrar Lula, eles tentarão livrar Maluf antes.

O STF é uma savana africana. Você acha que está tudo calmo, mas os predadores estão sempre à espreita para dar o bote.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO