Para não se sujar, DEM vai recorrer à alcunha de "bolsonarista" de Chico Rodrigues

O DEM, como registramos, já divulgou nota dizendo que vai acompanhar o caso de Chico Rodrigues e, em se comprovando as acusações, puni-lo.

A pressa do DEM em reagir é para que o episódio do dinheiro nas nádegas do senador, com repercussão gigantesca, não tenha qualquer influência nas eleições municipais.

“Ele é bolsonarista, não é um líder ou um ator emblemático do partido. É senador, tudo bem, mas é de um estado periférico e é muito mais ligado à família Bolsonaro do que às lideranças do DEM”, disse a O Antagonista, em reservado, um congressista demista.

O que já está precificado é o impacto do caso nas eleições em Boa Vista, onde Chico estava apoiando a candidatura da deputada federal Shéridan (PSDB). Ontem, antes da informação do dinheiro nas nádegas, revelada pela Crusoé, o senador Mecias de Jesus (Republicanos), que também apoia Shéridan, disse a este site que Chico “está acima de qualquer suspeita” e criticou a corrupção de adversários — releia aqui.

Mais cedo, noticiamos que Chico deve se afastar, a partir de hoje, da campanha de Shéridan.

Leia mais: O Centrão quer dominar sua cidade. Entenda como
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 30 comentários
TOPO