Para Instituto Lula, Lava Jato é movida por intereses eleitorais

Lula está reunido neste momento com os 36 integrantes do conselho do Instituto Lula.

Gente como Rui Falcão, Paulo Frateschi, Arlindo Chinaglia e Maria Victoria Benevides.

Ao chegar à reunião, Maria Victoria Benevides declarou ao Estadão, a propósito dos inquéritos policiais que investigam as propriedades ocultas de Lula:

“É um evidente exemplo do que é uma justiça seletiva, personalista, uma justiça movida por interesses político-eleitorais. Ou seja, não é justiça”.