PARA PROCURADOR, "É LOUVÁVEL" QUE ALUNOS GRAVEM AULAS

O procurador Fábio Moraes de Aragão determinou o arquivamento de representação contra Jair Bolsonaro pelo vídeo em que o presidente eleito incentiva os alunos a gravarem seus professores, com objetivo de denunciar tentativas de doutrinação nas escolas.

Para o procurador, não há crime na conduta de Bolsonaro. Ao contrário, diz ele, “É louvável que alunos gravem as aulas ministradas por seus professores, quer seja para fins de revisão da matéria, quer seja para constituir prova na eventual hipótese de ilícitos perpetrados em sala de aula”.

Comentários

  • Leonardo -

    Parabéns ao procurador Fábio Moraes de Aragão. Em poucas palavras, desmontou de forma impecável a falácia dessa representação.

  • RICARDO -

    Vai Mito, acabe de vez com a doutrinação dos professores comunopetistas nas escolas, pelo Amor de Deus. Meus filhos não aprendem mais nada. Avança Novo Brasil

  • REVOLTADO -

    O que causa espécie é o fato do denunciante, definindo-se como professor, não se identificar e entrar com uma representação anônima!!! Quanto coragem desse guerreiro!!!

Ler 111 comentários