PARA PROCURADOR, “É LOUVÁVEL” QUE ALUNOS GRAVEM AULAS

O procurador Fábio Moraes de Aragão determinou o arquivamento de representação contra Jair Bolsonaro pelo vídeo em que o presidente eleito incentiva os alunos a gravarem seus professores, com objetivo de denunciar tentativas de doutrinação nas escolas.

Para o procurador, não há crime na conduta de Bolsonaro. Ao contrário, diz ele, “É louvável que alunos gravem as aulas ministradas por seus professores, quer seja para fins de revisão da matéria, quer seja para constituir prova na eventual hipótese de ilícitos perpetrados em sala de aula”.

Um lobista pode causar dor de cabeça a Bolsonaro. Mas nenhum grande jornal contou isso para você ainda. LEIA

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 118 comentários
  1. Quem não entendeu o que o procurador escreveu? As gravações servirão para revisar matérias e para registrar eventuais ilícitos praticados em sala de aula. Isso é bem simples de entender.

  2. Perfeito, é algo absolutamente normal gravar as aulas ministradas por qualquer professor. Por qual razão não se poderia gravar? Será que tem algo muito escabroso para esconder? Acredito que não,

  3. Os celulares devem ser proibidos em sala de aula onde os alunos estão para assistirem aulas e não para fazerem gravações; Os professores estão ‘ensinando’ e não ‘encenando’.

  4. Professores canhotos estão apavorados pela possibilidade de seres pegos em flagrante delito. Afinal, nas últimas décadas ficaram livres e soltos no exercício de militância marxista nas escolas.

  5. Bravo Procurador! Bandidos, da esquerda, vivem tentando a sociedade, de preferência, usando o aparado do Estado Democrático de Direito. Mas a ditadura esquerdista está com os dias contados.

  6. Perfeito entendimento! Totalmente autoritário e ultrapassado proibir que um aluno grave em sala de aula. Alunos gravam aulas para estudar depois. Afinal é a tecnologia aliada ao ensino!

  7. Função de professor, é ensinar a matéria q foi contratado. Se é de matemática, tem q ensinar a matéria e cumprir plano de aula. Falar sobre opiniões pessoais:sexo, politica, religião, etc…N

  8. Pais injusto é assim: classe media alta e ricos estudam em bons colegios, fazem cursinhos e estudam de fraça nas Federais. Pobre e classe media se induvida pro resto da vida no FIES. QUEM PODE PAGA.

  9. Quando a esquerda estava no poder, a direita queria “escola sem partido” e a esquerda queria com partido. Agora se não quiserem aprovar tudo bem. Vai ficar “escola com partido” de direita.

  10. Em Floripa uma deputada bolsonorista, que pediu isso aos alunos de uma escola em que estavam sendo doutrinados, a justiça lhe meteu um processo por cerceamento da liberdade dos profs comunas

    1. A propósito, Antagonistas, para diferenciar do meu homônimo, acabei de modificar os caracteres do meu nome para comentar aqui.

  11. Tem que gravar mesmo. Inaceitável professor ficar querendo colocar na cabeça dos seus alunos ideologias com segundas intenções. O cara fala o que quer e não é punido, isso é um absurdo

    1. Elas se tornam provas do que aconteceu!!! No caso do Llulladrão, o Condenadão, e suas “pareztraz” milionárias, elas se tornaram prova de algo que não aconteceu!!!

    1. O problema é que muitos professores se dedicaram tanto à política ideológica de Marx e Lula que se esqueceram de aprender a ensinar outras coisas. Ou o cara sai do colégio militante do PT ou sai

    1. Defina boçalidade. Se não há crime, em uma aula em uma escola *pública* sendo financiada com dinheiro *público*, porque alguém seria contra gravar? Má fé, talvez? Boçal.

  12. Obrigação dos professores é ensinar as matérias, coisa que fazem muito mal, e não ficarem de blá blá blá comuna. Por isso que na pesquisa de ranking a classe foi a menos prestigiada. Por que s

  13. E está CERTÍSSIMO o procurador!!Us professorecus q vão tentar lavar cérebros lá nos bordéis das mães deles!!Os pais são os únicos q tem direito !!!Tanto pra política qto para falar sobre sex

    1. Gilmar Mendes chamou de nazismo e incentivou a tribunal de SC a abrir inquérito contra uma deputada recém eleita, aliada de Bolsonaro!

  14. Gravei muitas aulas na vida para ouvir durante atividades físicas e fixar mais as matérias. Ajuda bastante a entender as aulas seguintes. Como criminalizar material de estudo? Bravo!, Procurador.

  15. Interessante. Dia destes pensei nisso. Gravei muitas aulas de inglês ou mesmo de cursos. Inclusive servia tbem para rir das idiotices de alguns professores e alunos. Isso nunca foi crime..