"Para que milhões de idosos e pessoas com deficiência possam sobreviver com um mínimo de dignidade"

Telegram

Para a surpresa de ninguém, o relator Samuel Moreira não acatou as mudanças no BPC.

“Assim, considerando a importância do BPC para que milhões de idosos e pessoas com deficiência possam sobreviver com um mínimo de dignidade, optamos por não incluir no substitutivo quaisquer alterações referentes ao art. 203 da Constituição, mantendo-se, por conseguinte, o texto ora vigente. Nesse ínterim, foram suprimidos, também, os arts. 40, 41 e 42 constantes da PEC.”

Comentários

  • Cacevo -

    BPC não é aposentadoria, pois os beneficiários não contribuem. É programa de renda mínima, pago com recursos do tributos. Um absurdo mantê-los no sistema de previdência pública.

  • Romulo -

    Deficientes e pessoas que não contribuíram a vida inteira devem ter direito a um benefício, sim, mas custeado pelo governo, não pela Previdência e demais trabalhadores,pois é assistencialismo

  • Eli -

    Exigir um mínimo de contribuição evitariam malandros desocupados avessos ao trabalho,a mulher se esfolando como empregada doméstica pra pôr o mínimo dentro de casa. BPC é estímulo pra vadiage

Ler 19 comentários