Para quem não entendeu

Parte da imprensa tradicional e alternativa reproduz, sem questionar, o acordo de Michel Temer com Rodrigo Maia e Renan Calheiros em torno da anistia do caixa 2.

Temer disse que é preciso “ouvir a voz das ruas”, mas fez ouvidos moucos até se ver encalacrado no Geddelgate.

Para quem não entendeu, a coletiva de hoje teve como objetivo esvaziar o protesto convocado pelos movimentos de rua para o dia 4 de dezembro e rebater antecipadamente a entrevista de Marcelo Calero ao Fantástico.

Faça o primeiro comentário