Para reduzir pena, Cabral e mulher abrem mão de R$ 14,5 milhões em bens

Sérgio Cabral e a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo decidiram abrir mão, em conjunto, dos bens bloqueados pela Justiça Federal, informa a Folha.

“Eles autorizaram o leilão antecipado deles e a destinação dos recursos na forma a ser decidida pelo juiz Marcelo Bretas.

A medida tem como objetivo reduzir parte da pena em futuras sentenças a serem proferidas pelo magistrado. Não significam, contudo, confissão em relação aos crimes que lhe são atribuídos.

Serão entregues ao menos três imóveis, joias, carros, além de valores depositados em contas bloqueadas. (…)

Os bens já listados para leilão estão avaliados em R$ 14,5 milhões.”

Comentários

  • A.carlos -

    O que é isso se não propinando à justiça com bens e dinheiro roubado do povo? A justiça deveria tomar todos os bens que eles possuem devolvendo ao povo, e não negociar com bandidos.

  • g -

    Casal Bonnie & Clyde. 👫

  • ACORDO -

    TEM QUE DEVOLVER É TUDO, AFINAL TODA GRANA QUE ROUBOU É DO POVO.

Ler 44 comentários