Para Rodrigo Maia, pacote anticrime ‘não pode atrapalhar reforma da Previdência’

Rodrigo Maia, com quem Sergio Moro se reuniu de manhã, disse a O Antagonista que o debate sobre o pacote anticrime não pode atrapalhar a agenda da Previdência.

“Não tem problema encaminhar outras pautas, mas precisam ter um debate que não atrapalhe a agenda da Previdência.”

Por que o sucesso de Bolsonaro depende do sucesso de Moro. Leia aqui

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 96 comentários
  1. O incopetente do Boplinha ainda trabalha com se o congresso estivesse cheio daqueles incopetentes que o cercavam…..A turma que trabalhar, não vai ser você que vai atrabalhar, atrasado.

  2. Kkk o gordão já tá se cagando! Vai pra cadeia, botafogo! Previdência aprovada é problema do congresso. Vai pagar pra ver? O Povo tá doido pra descer a esplanada e ajustar as contas com alguns pa

  3. A reforma da segurança, e + importante a da previdência, mas eles vão enrolar e já tá avisando, vcs sabem o porque!! Não criem expectativa nestes presidente do congresso e senado, Renan era assi

  4. Não pode, não, ele não quer. Em Abril o STF vai julgar, novamente, a prisão em segunda instância. É o medo que se instalou em todos que estão na Lava Jato, inclusive ele. É um amoral

  5. Rodrigo Maia sabe que o pacote Moro vai colocá-lo atrás das grades, dai a preocupação em “atrapalhar” a aprovação da reforma da previdência. Esse projeto só vai pra frente se o povo pression

  6. O Bolinha(Rodrigo Maia)tem de parar de colocar obstáculos aos projetos do governo.Pode, e muito bem, seguir com a Reforma da Previdência e o Combate à Corrupção e ao Crime Organizado simultaneame

  7. No mundo normal, é de se dizer que não tem nada a ver o c* com as calças, mas em se tratando do congresso, seria isso uma ameaça de não pautar a reforma se o governo insistir no pacote anticrime?

  8. Faltou o comentário Antagonista : – Rodrigo Maia verá a ampliação do Apoio ao Governo, antes mesmo da Previdência(Reforma)!! Ele terá que rever sua “oposição” pessoal ao Governo…!

  9. SERÁ, Pior do que isso, foi o ” ministro ” marco aurelio, falar pra folha de sp ,que vão ter que criar um esquema anti stf , esse ,é o mesmo que mandou soltar 169mil bandidos da cadeia…

  10. Maia já disse que a Câmara não aprova a reforma da previdência no primeiro semestre. Ele está levando em banho maria para não aprovar reformas como a do Moro, e valorizar cada projeto que pautar

    1. Talvez ele esteja precisando de um sacode dos militares para começar a fazer o que é necessário ser feito, ou haverá muita pressão!

  11. Esse fuinha coloca obstáculo em tudo que seja em prol do povo. Como uma coisa dessa pode ocupar a presidência da Câmara? Que lástima! O povo tem que ir para cima para esse pacote ser aprovado.

  12. As discussões e votações da importante reforma da Previdência e das medidas em prol da segurança pública e contra a corrupção devem ocorrer em paralelo. Não há nenhum motivo que impeça isso

    1. Como o Padre diz na OMILIA: “Naqueles tempos a minha vó aplicava o NETO malfeitor (no bom sentido é claro), umas boas rimpadas com cipó de cuieira, viu?

  13. Pacote anti-crime vai encontrar obstáculo em Geleia. A última coisa que ele quer ouvir falar é em punir crimes eleitorais, de corrupção e contra o patrimônio público. Fica com urticária e náu

  14. não tem de ter debate nenhum. Nada de modificar o texto. Corrige os erros de português, que são vários, põe logo para votação. O brasil não pode ficar naqueles gritos e baboseiras eternas para

  15. E o que tem haver o fiofó com as calças??? Cada um é cada um! A incompetência e os interesses são tantos que cada coisa tem que ser negociada de uma vez! Congresso só pode ver uma coisa de cada

    1. Ele pode contar com o apoio do contribuinte, que a todos remunera, honestos e bandidos. Como Davi-Eleitor, o contribuinte persistirá na sua luta para desratizar os “Pudê” da Res Putrida.

  16. Uma coisa é uma coisa , outra coisa é outra coisa. Acorda, Rodrigo Maia , ser presidente da Câmara pressupõe um exercício legal e eficiente em prol do país, Não é só pose e conchavos,o povo a

  17. O que tem uma coisa coma outra meu Deus! Será que os corruptos , desculpe políticos, condicionando a aprovação de uma coisa em detrimento da outra????? O seu negócio Maia é pautar, e o governo