Paradoxos governistas

Lógica nunca foi o forte da esquerda, mas não deixa de surpreender a cara de pau do discurso do governo Dilma. Uma matéria no G1 mostra vários líderes governistas defendendo que o impeachment morreu, enquanto preparam-se para combater o impeachment em fevereiro.

Não, não faz sentido.

A base de Dilma está desesperada e disposta a dizer qualquer coisa para se salvar.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200