ACESSE

Pastor admite que assinou 'doação' de cineminha de Cabral

Telegram

O advogado do pastor Carlos Alberto Serejo afirma que seu cliente e uma missionária foram convencidos por Sérgio Cabral a assinar termo de doação de equipamentos eletrônicos para a cadeia de Benfica, na zona norte do Rio.

A “doação” foi usada para justificar a instalação do equipamento de home theater na cadeia onde Cabral está preso –na verdade, comprado com uma vaquinha dos próprios detentos.

O advogado, Heckel Ribeiro, afirmou que o encontro com o ex-governador do Rio aconteceu na biblioteca da cadeia. De acordo com Ribeiro, Cabral alegou que só seria possível usar o home theater se uma doação fosse oficializada.

O pastor Serejo, acrescentou o advogado, assinou o documento porque achou que seria apenas “um favor” e não imaginou que se tratasse de algo ilícito.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 65 comentários