ACESSE

Paulo Guedes defende reforma da Previdência e projeto para independência do Banco Central

Telegram

Pouco antes de entrar na casa do empresário Paulo Marinho, no Rio de Janeiro, onde se reuniu com Jair Bolsonaro, Paulo Guedes defendeu a aprovação da proposta de reforma da Previdência que está no Congresso Nacional ainda este ano, sem deixar de ressaltar que novas reformas serão necessárias no próximo governo, registra o Estadão.

“Vamos criar uma nova Previdência com regime de capitalização, mas existe uma Previdência antiga que está aí. Então, além do novo regime trabalhista e previdenciário que devemos criar para as futuras gerações, temos que consertar essa que está aí.”

O futuro ministro da Fazenda também disse que mandará um projeto para dar independência ao Banco Central e que, portanto, a atual transição de governo será a última em que haverá incerteza sobre o comando da autoridade monetária.

“Daqui para a frente, como vamos aprovar a independência do Banco Central, saberemos que essa fonte de incerteza [o comando do BC] será eliminada. Essa é a ultima transição que tem essa incerteza.”

Guedes destacou que a independência será aprovada em projeto de lei. “A essência desse projeto são mandatos não coincidentes”, afirmou o economista, que ainda elogiou o atual presidente do BC, Ilan Goldfajn, mas disse que um convite para sua permanência no cargo ainda não foi feito.

 

Com a eleição de Bolsonaro, o velho sistema político acaba de ser posto abaixo. Entenda AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 42 comentários