Paulo Guedes troca de comissão na Câmara e deputados protestam

Paulo Guedes troca de comissão na Câmara e deputados protestam
Foto: Isac Nóbrega/PR

Paulo Guedes trocou de última hora sua agenda na Câmara na manhã desta terça (4), surpreendendo deputados e motivando protestos.

Guedes foi convidado para falar às 9h de hoje na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle. Ontem à noite, o compromisso já constava da agenda pública do ministro, mas com horário diferente: 10h30.

Hoje, porém, veio à tona que Guedes falará a uma sessão conjunta de várias comissões ao mesmo tempo.

Hoje mais cedo, o presidente da comissão, Aureo Ribeiro (Solidariedade-RJ), protestou contra a mudança. “Pois bem. Em tratativas com a assessoria parlamentar do ministro e a liderança do governo, ficou acertado que o ministro Paulo Guedes estaria conosco no dia de 4 de maio de 2021 (…) Não posso afirmar que o governo teve o mesmo respeito com a Comissão (…) Na semana passada, mais precisamente na reunião da CCJ de quinta-feira, do dia 29 de abril de 2021, fomos surpreendidos com a informação de que o relator da PEC da Reforma Administrativa, deputado Darci de Matos (PSD-SC), havia combinado com o ministro Paulo Guedes a presença de Sua Excelência naquela comissão para tratar da referida proposição”, disse, na abertura dos trabalhos.

“Isto é, na data acertada para ser ouvido na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, o ministro Paulo Guedes combinou que estaria na CCJ”, acrescentou Ribeiro. “Rejeitei participar da audiência idealizada pelo líder Ricardo Barros”.

Na audiência conjunta, agora há pouco, Jandira Feghali (PCdoB-RJ) também protestou.

“Jamais nós vimos acontecer aqui uma audiência pública com oito comissões, como foi proposto pelo governo”, disse a deputada. “Isso é um desrespeito com este parlamento, é um desrespeito com as comissões permanentes, isso caracteriza uma arrogância deste governo [que] na verdade não quer debater com ninguém nem aprofundar assunto nenhum, porque cada comissão tem o seu foco e são 300 parlamentares que compõem essas comissões. Então na verdade isso vai impedir que os parlamentares possam tratar dos temas, aprofundar os temas”.

Procurado por O Antagonista, o Ministério da Economia ainda não respondeu por que Guedes mudou de agenda.

Reprodução/Ministério da Economia

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO