Paulo Preto e Cavendish réus

Marcelo Bretas recebeu denúncia e tornou réus Paulo Preto e Fernando Cavendish por corrupção.

O ex-diretor da Dersa é acusado de receber propina de R$ 29 milhões para favorecer a Delta na ampliação da marginal Tietê, mediante fraude em licitação.

O caso tramita na Lava Jato do Rio e foi descoberto na delação do lobista Adir Assad.

Outras cinco pessoas também responderão à ação penal por lavagem de dinheiro.

ATAQUE À LAVA JATO, ATENTADO À LIBERDADE DE IMPRENSA... ATÉ ONDE O HACKER FOI? Saiba mais
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO