Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pazuello culpa CFM por políticas de prescrição de cloroquina

Ex-ministro da Saúde diz ter seguido o conselho médico em orientações da pasta; Mauro Ribeiro, presidente da entidade, é alvo de três requerimentos de convocação pela CPI da Covid
Pazuello culpa CFM por políticas de prescrição de cloroquina
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Em seu depoimento à CPI da Covid, Eduardo Pazuello culpou o Conselho Federal de Medicina pelas políticas de prescrição de cloroquina —medicamento ineficaz contra a Covid— adotadas quando ele chefiava o Ministério da Saúde.

“Seguindo o CFM, colocamos: ‘Médico, se você resolver prescrever os seguintes medicamentos que estão sendo usados off label, atenção para a dosagem de segurança’. Esse é o mínimo que deveria fazer, senão estaria prevaricando”, alegou o general.

O presidente do CFM, Mauro Luiz Britto Ribeiro (na foto), já é alvo de três requerimentos de convocação para a CPI.

LEIA AQUI a reportagem de Helena Mader na Crusoé; assine a revista e apoie o jornalismo independente.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO