Pazuello reduz previsão de entrega de vacinas; país deve receber entre 25 e 28 milhões de doses

Pazuello reduz previsão de entrega de vacinas; país deve receber entre 25 e 28 milhões de doses
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou hoje (8) que o governo federal espera distribuir entre 25 e 28 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 até o final de março. A expectativa inicial da pasta era fornecer 46 milhões de doses dos imunizantes CoronaVac e da Oxford-AstraZeneca.

As informações foram prestadas aos governadores, em reunião realizada na sede da Fiocruz, no Rio de Janeiro. De acordo com Pazuello, o Brasil está fazendo um “esforço diplomático” para garantir o envio de mais 8 milhões de doses das vacinas fabricadas pelo Instituto Sérum, da Índia. “Nosso objetivo é ter em março, próximo aí a 25 milhões, 28 milhões de doses já realmente entregues para que a gente cumpra o Plano Nacional de Imunização”, disse Pazuello em entrevista coletiva.

“Confirmamos hoje que mais 2,5 milhões de doses de vacinas fabricadas pelo Instituto Butantan irão para os estados brasileiros até o final desta semana. Espero que a Anvisa e a Fiocruz ajustem os processos para que tenhamos, em até duas semanas, entregas semanais”, complementou o ministro.

Em fevereiro, o Ministério da Saúde projetava a entrega de 46 milhões de vacinas; no início de março, a pasta disse que entregaria 38 milhões de doses. E, no sábado último, houve nova promessa de fornecimento de 30 milhões de doses.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO