Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Pazuello recebeu 7 alertas sobre falta do kit intubação

Os alertas foram emitidos pelo Conass no auge da primeira onda da pandemia de Covid
Pazuello recebeu 7 alertas sobre falta do kit intubação
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Ministério da Saúde recebeu sete alertas sobre a escassez do chamado kit intubação durante o auge da primeira onda da pandemia de Covid, entre maio e julho de 2020, diz a Folha.

Os alertas, emitidos pelo Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde), foram acompanhados de pedidos de ajuda, mas o Ministério da Saúde, comandado na época por Eduardo Pazuello, “providenciou nos meses seguintes aos ofícios uma quantidade pequena de medicamentos: entre 3,5% e 5,7% do consumo médio mensal nos estados, de acordo com o mês”.

O resultado foi o que se viu na segunda onda da pandemia, que explodiu em 2021: hospitais sem os medicamentos considerados essenciais para a intubação de pacientes com Covid.

A escassez dos sedativos é objeto de investigação da CPI da Covid. O ex-ministro Eduardo Pazuello deverá ser ouvido na próxima quarta-feira.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO