Pazuello se queixa a amigos e diz que sairia 'feliz' da Saúde, afirma jornal

Pazuello se queixa a amigos e diz que sairia feliz da Saúde, afirma jornal
Foto: Erasmo Salomão/MS

Reportagem do Estadão afirma que a polêmica sobre os testes para diagnóstico do novo coronavírus, prestes a perder a validade, ampliou o que o jornal chama de “estremecimento das relações” entre Eduardo Pazuello e Jair Bolsonaro.

Segundo o Estadão, em recente conversa com amigos, o ministro da Saúde —que é general da ativa— queixou-se da pancadaria e disse que, se sair da pasta, sairá feliz. Depois, em tom de piada, comentou que seria bom “voltar ao quartel”.

Pazuello também teria afirmado nos bastidores que via como “natural” sua possível saída do cargo, no qual o Centrão está de olho. Mas, sempre de acordo com o jornal paulistano, foi demovido por colegas, todos auxiliares do presidente, de tomar qualquer atitude nesse sentido.

O ministro já havia sido desautorizado pelo presidente no episódio do acordo para a compra de 46 milhões de doses da Coronavac, a “vacina chinesa”.

Mais lidas
  1. PDT acusa Bolsonaro de peculato por compra de leite condensado

  2. O Pazuello da Economia

  3. O bolsonarista Eduardo Cunha

  4. Sobra leite condensado, falta transparência do governo

  5. Bolsonaro mente

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 54 comentários
TOPO