Pazuello se recusa a informar datas de chegada de doses da Pfizer e Johnson

Pazuello se recusa a informar datas de chegada de doses da Pfizer e Johnson
Reprodução/Ministério da Saúde

Questionado por jornalistas, durante visita ao Paraná, sobre quando chegarão as primeiras doses das vacinas da Pfizer e da Johnson & Johnson, Eduardo Pazuello recusou-se a informar as datas.

“Isso está no cronograma do contrato”, disse, em resposta à pergunta. Como mostramos mais cedo, o contrato ainda não foi assinado nem teve os termos divulgados.

Ontem, em nota, o Ministério da Saúde informou apenas que “a expectativa é de que as vacinas da Pfizer e BioNTech cheguem ao Brasil a partir do segundo trimestre de 2021”.

A pasta publicou no Diário Oficial da União uma intenção de contratar, com dispensa de licitação, o fornecimento de 138 milhões de doses da Pfizer e da Janssen, laboratório da Johnson & Johnson.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que tem coragem de fiscalizar TODOS os poderes
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO