Pazuello promete a governadores comprar 46 milhões de doses da vacina chinesa

Eduardo Pazuello afirmou há pouco, em reunião com governadores, que o governo federal se prepara para adquirir 46 milhões de doses da Coronavac, vacina chinesa testada em São Paulo.

O Antagonista apurou que o imunizante será adquirido se a eficácia da Coronavac for constatada antes da vacina de Oxford –o governo já destinou R$ 1,9 bilhão para a compra de 100 milhões de doses da vacina inglesa.

Uma das justificativas usadas por Pazuello para a compra de menos doses da vacina chinesa é o preço. Segundo o ministro, a Coronavac custa cerca de 30% a mais que o imunizante desenvolvido por Oxford.

No encontro, Pazuello ainda afirmou que incluirá no Programa Nacional de Imunização (PNI) a previsão de que a Coronavac comece a ser distribuída no início do próximo ano.

A expectativa do governo de São Paulo é que a vacina chinesa comece a ser distribuída pelo SUS em janeiro.

 

Leia mais: Marco Aurélio e o caso André do Rap: confira os desdobramentos com informações exclusivas
Mais lidas
  1. Médica de Rondônia ri de intubação de pacientes

  2. Bolsonaro: leite condensado é para 'enfiar no rabo' da imprensa

  3. "Covarde" e "traidor"

  4. Huck 2026?

  5. Neymar pai no 'churrasco de leite condensado'

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 37 comentários
TOPO