PCC “criou” movimento sem-teto

O PCC articulou a criação de um movimento sem-teto para usá-lo como fachada para a venda de drogas na cracolândia e na região central de São Paulo, informou hoje a Polícia Civil.

Líderes do chamado MSTS (Movimento Sem-Teto de São Paulo) estão entre os 32 presos em uma operação contra o tráfico de drogas.

“PCC e MSTS se tornaram uma coisa só”, afirmou o delegado Alberto Pereira Mateus Júnior, segundo registro da Folha.

“Apesar de serem sem-teto, eles moram em casas grandes. Uma delas, se não me engano a vice-presidente, mora numa casa muito grande na região do Jardim da Saúde. O Robinson, que é o presidente, mora no Jabaquara, mora numa casa grande também e é dono de uma casa de show chamada Caldeirão”, emendou delegado Ruy Ferraz Fontes.

Faça o primeiro comentário