PCC usou rede de crianças e idosos para lavar dinheiro, diz Polícia de Minas

PCC usou rede de crianças e idosos para lavar dinheiro, diz Polícia de Minas

Os investigadores responsáveis pela operação contra o financiamento do PCC descobriram que  a facção criminosa abriu contas em nome de crianças e idosos para lavar dinheiro.

De acordo com as investigações, o PCC abriu pelo menos 20 contas em nome de menores de 12 anos e maiores de 60 anos, informa a Folha.

Essas contas eram usadas para escoar o dinheiro de integrantes do grupo que estão presos, segundo a Folha. Há até crianças de 4 anos e uma mulher de 82 anos, presa quando a operação contra o PCC foi deflagrada, em 31 de aagosto.

Segundo o delegado da PF Alexsander Castro, que participa da força-tarefa de Minas contra o PCC, crianças são usadas por não poderem responder a processos criminais. Em vez disso, os responsáveis legais estão sendo acusados.

Leia mais: Exclusivo: segundo Marcelo Odebrecht, a empreiteira chegou a “pagar caro” a um escritório autorizado por Toffoli para “intermediar” a relação entre eles
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 8 comentários
TOPO