Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PDT dá o troco e critica PT por apoio à PEC dos Precatórios

Ciro Gomes chamou a proposta de "aberração" e afirmou que o que os petistas "falam no almoço não serve para o jantar"; texto foi aprovado no Senado
PDT dá o troco e critica PT por apoio à PEC dos Precatórios
Foto: Adriano Machado/Crusoé

O PDT esteve no olho do furacão em 4 de novembro, quando deputados do partido garantiram os votos que levaram à aprovação da PEC que limita o pagamento de precatórios, deixando a quitação de parte das dívidas reconhecidas judicialmente para os próximos anos, e reformula o cálculo do teto de gastos, diz a Crusoé.

“[…] O mal-estar foi tamanho que Ciro Gomes (foto) suspendeu a pré-candidatura ao Planalto e a legenda teve de realizar uma reunião às pressas para mudar o jogo e garantir os votos contrários da bancada ao projeto no segundo turno.”

“Passado um mês, a PEC foi submetida ao crivo do plenário do Senado nesta quinta-feira, 2, numa versão distinta. Apesar das substanciais mudanças, o PDT, ainda atordoado pelo tiroteio de novembro, marcou posição contrária à proposta — no final das contas, no entanto, a matéria acabou aprovada. Principais líderes da sigla, Ciro e Carlos Lupi fizeram questão de divulgar os votos pedetistas e ‘dar o troco’ no PT. Ciro chamou a PEC de ‘aberração’ e parabenizou os colegas pela posição ‘firme e acertada’. ‘Já o PT todo votou a favor. O que eles falam no almoço, não serve para o jantar’, disparou.”

Leia mais aqui. 

Mais notícias
TOPO