PEC do foro: a ponderação necessária

Tudo bem que José Maranhão perdeu o voo no pós-feriadão e mandou cancelar a sessão da CCJ porque não chegou a tempo em Brasília — ele mentiu ao dizer a O Antagonista que esperou os senadores “por mais de uma hora” e cancelou a reunião “por falta de quórum”.

O presidente da CCJ é, sim, claro, o principal responsável pelo adiamento da votação.

Mas os titulares do colegiado tinham a obrigação de estar a postos para votar a importantíssima PEC do fim do foro privilegiado no horário da sessão.

Faça o primeiro comentário