Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

'PEC do Gilmar' é "a sedimentação do revanchismo contra a Lava Jato", diz deputada

Adriana Ventura antecipou seu posicionamento contrário à proposta que enfraquece o Ministério Público e poderá ser votada hoje
PEC do Gilmar é “a sedimentação do revanchismo contra a Lava Jato”, diz deputada
Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

A deputada Adriana Ventura (foto), do Novo de São Paulo, antecipou a O Antagonista seu posicionamento contrário à ‘PEC do Gilmar’, que coloca o Ministério Público no “corredor da morte” e poderá ser votada diretamente no plenário da Câmara ainda hoje. O partido tentará retirar a matéria da pauta.

A tramitação da proposta, como noticiamos, foi, no mínimo, incomum.

“Não é a toa que essa PEC também está sendo chamada de ‘PEC da retaliação’: é a sedimentação do revanchismo contra a Lava Jato”, disse Adriana a este site.

“Amarrar a atuação do Ministério Público é o mesmo que enfraquecer o combate à corrupção. O que deveria ser um conselho técnico a serviço da defesa da população [o CNMP] poderá se transformar em um espaço para trocas políticas e favores não republicanos e, ainda, aumentar a impunidade. Tentar controlar o MP a todo custo revela intenções escusas e reforça ainda mais a importância de mantê-lo independente”, acrescentou.

Promotores e procuradores alertam para “gravíssimo ataque ao Ministério Público” e “desrespeito a tratados convenções internacionais de combate à corrupção”leia mais aqui.

Mais notícias
TOPO