PEC fura-teto foi redigida no Ministério da Economia

PEC fura-teto foi redigida no Ministério da Economia
Arte: O Antagonista

O texto que propõe a retirada de despesas do teto de gastos em 2021 foi redigido pelo Ministério da Economia, diz a Folha.

O jornal teve acesso às “digitais” do esboço da PEC e verificou que o arquivo de texto foi criado na última sexta-feira (9) e tem como autor um servidor da pasta.

O texto foi modificado quatro vezes e salvo pela última vez por outro funcionário da pasta, de outra área.

O Ministério da Economia confirmou à reportagem que técnicos redigiram o texto, mas negou que eles tenham sido os responsáveis pelo trecho que que libera R$ 18 bilhões para obras fora do teto. De acordo com a pasta, a ideia foi sugerida pelo Palácio do Planalto.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defende a PEC, mas sem a previsão de recursos fora do teto de gastos.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO