Pedágio da perereca

O Antagonista foi informado de que o grupo de lobistas que está sendo investigado pela Operação Zelotes também atuou na cobrança de propina para a liberação de licenças ambientais.

Em 2009, Lula criticou a morosidade para a liberação de licenças de obras de infraestrutura, citando o caso de uma perereca que teria sido encontrada na obra de um túnel.

No caso da Zelotes, a “perereca” mais comum é a cobrança de propina. No alvo dos investigadores, está a intermediação das licenças ambientais de Belo Monte.