Pedindo o impossível

O TCU deu prazo de 90 dias para que o governo federal apresente um plano de sustentabilidade econômico-financeira para a Infraero.

O documento precisa conter metas, necessidades reais de pessoal etc. Tudo isso, levando-se em conta que a Infraero é sócia da maior parte dos aeroportos que foram concedidos à iniciativa privada.

Resumindo: esperar que a Infraero seja economicamente sustentável é pedir o impossível ao Planalto.

Faça o primeiro comentário