Pegar em armas

José Dirceu, como diz o Estadão, sabe que, “a exemplo de muitos outros companheiros de viagem de Lula, foi abandonado à própria sorte para não atrapalhar o chefão petista. Desde que o cerco ao ex-presidente começou a se fechar, nem ele nem o PT fazem qualquer referência a Dirceu e aos demais petistas graúdos encrencados na Lava Jato, como João Vaccari Neto e Antonio Palocci, seja para defendê-los, seja para sequer lembrar da existência deles”.

Ninguém vai queimar pneus por José Dirceu, portanto.

Mas não é um despropósito imaginar que algum aloprado do petismo, movido pelas palavras de José Dirceu, segundo o qual estamos vivendo uma nova ditadura, possa pegar em armas contra os membros da Lava Jato.

Faça o primeiro comentário