Pela primeira vez desde 2014, cai o número de miseráveis

Michel Temer já pode gravar um filminho atacando Dilma Rousseff.

Pela primeira vez desde 2014, diminuiu o número de brasileiros que vivem abaixo da linha de pobreza.

Diz o Valor:

“O próximo presidente assumirá um país com 22,83 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza – contingente 470 mil menor que o registrado no fim do ano passado e equivalente a 10,95% da população do país.

De acordo com estudo da FGV Social, a partir da base de dados do IBGE, a pobreza passou a crescer a partir de 2015, quando a crise abateu o emprego e a renda. Do início daquele ano até 2017, a crise produziu 6,27 milhões de novos pobres.” 

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk………………………………………….. vai ver foram vítimas de abdução para estudos como a ORCRIM do ludrãoassassino faz essa conta + kkkkk

Ler mais 19 comentários
  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk………………………………………….. vai ver foram vítimas de abdução para estudos como a ORCRIM do ludrãoassassino faz essa conta + kkkkk

  2. Temer foi sócio de Lula e do PT por muito tempo. Apesar de não ser o presidente que o Brasil precisa, percebe-se q houve uma melhora qualitativa na forma de governo. Já o PT só tem propaganda.

  3. esses dados variam mais que pesquisa politica, na base da coisa esta o emprego e crescimento real que nao esta ainda evidente, vai demorar uns 3 anos de bom governo pra coisa toda engrenar

  4. Se o Temer tivesse tido a coragem de limpar seu Ministério e secretárias dos esquerdinhas teria sido até muito mais, mas político velho está entranhado do modo antigo de governar.

  5. Míseros 2% de uma instituição cujos dados podem ser manipulados pelo DESgoverno do vice de Dilma, assim como tem tentado manipular a justiça e a PF. Acreditarei qdo vir Suecos querendo imigrar pr

  6. Tiro o chapéu todos os q trabalharam p tirar a esquerda do poder… Não fosse a corrupção (bebê de proveta petista e adotado pela maioria de nossos políticos) a situação econômica seria m

    1. Isso é óbvio e ululante. Até um chimpanzé com uma caixa de giz de cera seria melhor presidente que a ex-guerrilheira e assaltante de bancos.