Pelo 'direito' de invadir

Telegram

De Guilherme Boulos, o candidato dos 0,58% dos votos válidos no primeiro turno, no Twitter:

“Bolsonaro atacou o MTST e o MST agora na Record. O presidente eleito manteve o discurso de ódio do candidato. É importante que saiba que não se acaba com movimento social com decreto ou violência. Isso não resolve a falta de terra e teto para milhões. Daí nascem os movimentos.”

Na Record, como registramos, Bolsonaro reafirmou que, se depender dele, invasões de propriedade privada como as perpetradas por movimentos como MST e MTST, serão tipificadas como “terrorismo”.

Se as invasões forem criminalizadas, acaba o movimento, Boulos?

Bolsonaro reafirma que invasões serão tipificadas como “terrorismo”

Comentários

  • Amadeu -

    Aos criminosos invasores a lei; ao Boulos, o ostracismo do tamanho inverso aos votos que recebeu.

  • Marçal -

    Se usar pessoas sem recursos e capacidade para avaliar o que ocorre na nação, como massa de manobra para atingir suas ditaduras, é movimento social, então basta. Educando e empregando, acaba o tea

  • Renan -

    Invasão de propriedade sempre foi crime pela legislação brasileira.

Ler 245 comentários