Pena de Sérgio Cabral fica ainda maior

A 1ª Turma Especializada do TRF-2 decidiu hoje manter as condenações em primeira instância de Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo por crimes investigados na Operação Calicute, de 2016.

Após divergências entre os três desembargadores, houve mudança nas penas. A do ex-governador do Rio foi aumentada, e a da ex-primeira-dama, reduzida.

Adriana, que tinha sido sentenciada a 18 anos e três meses de prisão, teve a pena reduzida para 12 anos e 11 meses.

Já Cabral ganhou sete meses adicionais de cadeia –sua pena nesse caso foi aumentada para 45 anos e nove meses. Agora, as condenações do ex-governador somam 198 anos e seis meses.

O inimigo número 1 de Sergio Moro. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 5 comentários
  1. O ex-governador Sérgio Cabral somando praticamente duzentos anos de condenação por diversos crimes com penas privativas de liberdade. Nome e sobrenome sujos na história do estado do Rio…

  2. Epa! A redução da senhora do líder da corrupção no Rio de Janeiro foi substancial. E o acréscimo de Cabral insignificante. Ela vai para a cadeia ou vai permanecer em casa cuidando das crianças?

  3. Otimo! Agora qdo e que a sirigaita da Lourdinha vai voltar para a cadeia? Já foi condenada em 2a intancia… cumpra-se! Cadeia! Já o almofadinha do SC não sai mais… 👏🏻👏🏻👏🏻