ACESSE

Penduricalhos do Judiciário custaram R$ 6,2 bilhões em 2019, diz CNJ

Telegram

O Judiciário gastou R$ 6,2 bilhões com penduricalhos pagos aos seus servidores, juízes, desembargadores e ministros em 2019. Isso representa 6,9% de todo o gasto com pessoal no ano, segundo dados do Conselho Nacional de Justiça.

De acordo com o relatório Justiça em Números, elaborado pelo CNJ e divulgado hoje, o Judiciário gastou R$ 90,8 bilhões com pessoal em 2019.

Mas 86% disso correspondem aos salários dos funcionários. O resto são benefícios, como auxílio-moradia, auxílio-saúde e coisas do tipo, gastos eventuais com terceirizados e estagiários e “indenizações”, como reembolsos de passagens e diárias.

E a Justiça gastou mais com as tais “indenizações” do que com estagiários, por exemplo: foram R$ 2,1 bilhões com passagens e diárias e R$ 731 milhões com estagiários.

Leia mais: A 'Crusoé' investigou a relação entre o advogado de Jair Bolsonaro e a JBS por meses. E encontrou as digitais do presidente e do procurador-geral da República

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 14 comentários