A peneira da ORCRIM

Telegram

Só a Lava Jato pode libertar o Brasil da ORCRIM.

Nas urnas, a chance é zero.

O Globo fez um levantamento sobre os candidatos escolhidos por todos os partidos. O resultado é vergonhoso:

Renan Calheiros: você tem 1 semana para conhecer o estratégia dele para retomar o poder em Brasília. Saiba mais

“Nos 26 estados e no Distrito Federal, somente 15 outsiders sobreviveram, até agora, à peneira do jogo político-eleitoral e estão cotados para disputar uma cadeira de governador em meio a mais de uma centena de adversários. Eles podem até fazer algum barulho na campanha, mas a probabilidade de vitória é baixa pela falta de estrutura dos partidos que representam — em sua maioria, pequenos ou recém-criados, como a Rede ou o Novo.

Enquanto isso, o status quo se impõe nesta eleição, com velhos candidatos conhecidos do eleitorado. São, em sua maioria, deputados, senadores e ex-governadores. No Maranhão, por exemplo, a família Sarney voltará a disputar o governo com Roseana Sarney (PMDB), que já foi quatro vezes governadora. O mesmo fará o clã dos Barbalhos, no Pará, com a candidatura do ex-ministro da Integração Nacional Hélder Barbalho, filho do senador Jáder Barbalho. Em Alagoas, os Calheiros vão para a reeleição com Renan Filho, filho do senador Renan Calheiros, candidato à reeleição ao Senado.”

Comentários

  • Antônio -

    Alias isso não é surpresa, eu ja vinha afirmando, nessa eleições a maioria que estão ai vai ser reeleito, seja bandido ou não.

  • Fernanda -

    Para que a Lava Jato liberte o Brasil da ORCRIM, primeiro tem que acabar com o foro privilegiado e segundo com as regras eleitorais para que os outsiders tenham chances.

  • Marçal -

    O excremento e as moscas são sempre os mesmos. Pobre Brasil. Quem pode vai embora. E a urna ainda não é confiável. E o Rei está nú. Oh God!

Ler 88 comentários