PENTE-FINO NOS JETONS

O Palácio do Planalto também quer avaliar todos os nomes que ocupam conselhos de empresas em que o BB e a Previ têm assento. Há integrantes que embolsam R$ 40 mil para participar de uma única reunião por mês.