A “pequena onda vermelha” no final da campanha

Em entrevista à Crusoé, Murilo Hidalgo, diretor do Instituto Paraná, explica em entrevista o que ocorreu nos últimos dias de campanha.

Leia..

 

“Pequena onda vermelha diminuiu distância”, diz diretor do Paraná Pequisas

Com a eleição de Bolsonaro, o velho sistema político acaba de ser posto abaixo. Entenda AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Por “coincidência” a onda vermelha se deu no Nordeste, onde os eleitores tem um nível mais baixo de cultura e são mais pobres também. O saldo da conta do Lulladrão, deve ter ficado mais baixo!

Ler mais 54 comentários
  1. Por “coincidência” a onda vermelha se deu no Nordeste, onde os eleitores tem um nível mais baixo de cultura e são mais pobres também. O saldo da conta do Lulladrão, deve ter ficado mais baixo!

    1. Contudo nossos “supremos eleitorais” reuniram-se em sala à parte durante a apuração dos votos e seus semblantes estavam bastante tristes, segundo Lauro Jardim. Porque seria rosa wébber?

  2. “A onda vermelha” teve origem no STF e no TSE, quando os ministros saíram em defesa da “democracia” contra as “ameaças” patrocinadas pelo Presidente Jair Bolsonaro, com ajuda da MÍDIA “amiga

  3. O PT não tem mais que 25% do eleitorado brasileiro. 25% são os convertidos. Este negócio de mais de 40% é um mistério que é fácil de desvendar. Tem que ser tonto para acreditar nesta lorota.

  4. Continuando: A promessa de Haddad (impossível de cumprir) de reduzir o preço do Botijão de Gás para R$ 49,00 tirou pelo menos 2 milhões de votos de Bolsonaro no NE e comunidades pobres pelo Bras

  5. Leiam a opinião de quem calculou vitória c/55,7% de votos(SEM margem de erro): o “Discurso Digital Espanta Mulheres”, c/’hurros’ de aprovação (peso: 70%), boatos B.Família(30%) pesaram na mar

  6. Lá na PF ele dá é grito no delegado, bota os pés na mesa, usa a internet dele para comandar o crime, ameaça uns e outros, bebe cachaça, faz chrrasco… deve ser assim… e tudo às custas do con

  7. Não acredito que houve fraude. A votação do Bolsonaro no Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte, está dentro do que o PR Pesquisa mostrou. O problema foi o terrorismo eleitoral do PT no Nordeste

  8. Nas periferias das cidades do interior o PT jogou pesado. Na região de P Nova/Viçosa – O Preto/Mariana o Hadad ganhou de lavada, o que se ouvia o tempo todo era: vai acabar com o 13º e com bolsa fa

  9. Sei.. Um JN corrupto usado para subir o Poste e descontruir o B17, UOL descarado e sem vergonha soltava impropérios contra o Capitão a cada minuto, Globo com falsas pesquisas induzindo ao erro o vot

  10. A lavada ia ser grande, a quantidade de votos nulos e brancos é fácil de dissipar. Tiram do Jair e vai para nulo, no final a diferença cai. Creio que fizeram isto no primeiro turno. Só mantivera

    1. Lacrou só se foi quem colocou o dedao no programa das urnas, pena q essas urnas n podem ser auditadas p sabermos a verdade, pois o q vimos nas ruas do nordeste foram imensas carreatas d apoio aoMITO

    2. Tá bom, agora explica o RJ e MG. Sabe o que houve na verdade, se não houve fraude. Basicamente, A folha tentou criar um sentimento de virada para evitar, uma derrota por 63%.

  11. Prezados onde está a dificuldade em dizer erramos em nossa pesquisa. Erros acontecem para todos os lados assim como se dizia quem na cidade de SP o Pt ganharia e isso passou longe. Sejamos grandes.

  12. Exatamente o que penso! E escolheram as urnas do Nordeste para a fraude, pois reduto petista, não levantaria desconfiança … Tenho certeza de que não houve “onda vermelha” e nem a Paraná errou.

    1. Vc esquece que em 2 anos de campanha o Mito aumentou 5% nas pesquisas, e em 14 dias de confinamento no hospital aumentou 10%.

  13. O antagonista, como WW , poderiam convidar 3 profissionais de marketing, ibmec, ESPM etc para discutirem o marketing nesta campanha, erros e acertos… pq ela tanto nos Estados como para o Gov FEd

    1. Perfeito! E escolheram o NE para não levantar suspeitas e, de quebra, “legitimar” Ibope e Datafolha – ação “casada”. Sem essa de “onda vermelha”! E a Paraná não errou.

  14. Bem, temos que dar o braço a torcer…o DataFolha acertou e a pesquisa do Paraná foi a mais distante do resultado final. E a onda já estava em andamento quando ela foi divulgada.