Perfil do STF no Twitter desmente ladainha de Bolsonaro

Perfil do STF no Twitter desmente ladainha de Bolsonaro
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O perfil oficial do STF no Twitter publicou nesta segunda (18) uma mensagem desmentindo uma das mentiras favoritas do presidente Bolsonaro e dos bolsonaristas: a de que a corte teria proibido o governo de agir na pandemia.

“A verdade é que o Plenário do STF decidiu, no início da pandemia, em 2020, que União, Estados, Municípios e o DF têm competência concorrente na área da saúde pública para realizar ações que reduzissem o impacto do [sic] Covid-19”, diz o texto.

“Ou seja, é responsabilidade de todos os entes da federação adotar medidas em benefício da população brasileira”.

No começo do ano passado, o PDT questionou a validade da Medida Provisória nº 926, assinada por Bolsonaro. Pelo texto da MP, “[o] Presidente da República disporá, mediante decreto, sobre os serviços públicos e atividades essenciais”.

O STF entendeu, em abril de 2020, que “a possibilidade do chefe do Executivo Federal definir por decreto a essencialidade dos serviços públicos, sem observância da autonomia dos entes locais, afrontaria o princípio da separação dos poderes”.

Pouco antes, Alexandre de Moraes impediu Bolsonaro de decretar o fim das quarentenas nos estados.

Em outubro, o Supremo confirmou a liminar de Moraes que assegurou a governadores e prefeitos o poder de decretar medidas de isolamento social independentemente dos decretos do presidente.

O STF proibiu Bolsonaro, isso, sim, de decretar início ou fim das quarentenas nos municípios a seu bel-prazer. Não o proibiu de trabalhar.

RelembreSTF nunca proibiu Bolsonaro de enfrentar Covid-19

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que não tem medo de apontar os verdadeiros culpados pelas mazelas brasileiras.
Mais notícias
TOPO