Peritos detectam registros de pagamentos da Odebrecht para Aécio 'Mineirinho'

Peritos da Polícia Federal encontraram, nos sistemas internos da Odebrecht para repasse de propina, registros de pagamentos de R$ 15 milhões para “Mineirinho”, codinome usado pelos delatores para se referir a Aécio Neves.

O laudo foi juntado a inquérito que apura doações da construtora ao tucano em 2014, quando concorreu à Presidência.

No mês passado, Gilmar Mendes enviou a investigação para a Justiça Eleitoral de Minas, por considerar que o caso não tem relação com o atual mandato de deputado federal de Aécio.

Na perícia, o valor de R$ 15 milhões foi associado a Mineirinho em dois arquivos. Os dados apontam senhas que eram combinadas para efetivar a entrega de parte dos valores em Belo Horizonte: “Coalhada”, “Leite” e “Tutu”, em repasses de R$ 500 mil e R$ 1 milhão.

Também foi encontrado um e-mail de outubro de 2014, registrando que a entrega de R$ 500 mil estava pendente. Veja:

Comentários

  • Oliver -

    Caixa de fogos separada aqui,para quando este S#f#do for preso.

  • Mauro -

    Os nomes estão lá no e-mail: Mineirinho e COXA! É só seguir o dinheiro!

  • NICOLINO -

    O PSDB virou pó!

Ler 54 comentários