Persona non grata

Romero Jucá programou uma viagem aos Estados Unidos.

Jorge Bastos Moreno informa, porém, que ele “teve o seu pedido de visto negado pelo governo americano, por estar sendo investigado pela Lava Jato”.

O Brasil entrou na lista negra.