ACESSE

Pesquisadores da UnB não encontram 'vulnerabilidade' nos sorteios do STF

Telegram

Pesquisadores da Universidade de Brasília divulgaram um parecer sobre o sistema de distribuição de processos do STF.

No documento, detalha o Jota, afirmam que não encontraram nenhuma vulnerabilidade nem direcionamento no algoritmo e no sistema que prepara as rotinas para a distribuição das ações.

O pesquisador Henrique Costa, em entrevista ao site jurídico, disse que o algoritmo do STF é um trabalho “em construção”. A equipe recomendou, segundo ele, que a Corte publique seu código-fonte por entender que não há nenhum risco nesta divulgação.

Comentários

  • Marco -

    A UNB está na mão do PSOL e do PCdoB. Igual a UFRJ do Museu Nacional.

  • Adriana -

    Pode até ser. Mas UNB, UFRJ e afins não são exatamente o tipo de instituição em que a gente confia. Pelo menos não são da área de Humanas. Aí era praticamente certeza de fraude.

  • Marcos -

    A melhor maneira de estudar se existe algum viés, é estudar as ultimas 1000, 5000, 10000 ... e por aí vai distribuições. É preciso estudar a estatistica de distribuição. Ela falará melhor q o

Ler 25 comentários