Pessimistas, comerciantes de Brasília se preparam para a reabertura

Comerciantes de Brasília estão pessimistas para a reabertura dos estabelecimentos, prevista para a próxima segunda-feira.

Pesquisa da Fecomércio-DF mostra que 70,2% deles esperam que o faturamento caia; 12,8% disseram que vai permanecer como era antes; 12,8% afirmaram que vai aumentar; e 4,3% não souberam avaliar.

Sobre o fluxo de clientes nos estabelecimentos após a reabertura, 42,6% responderam que diminuirá em função dos riscos de contágio; 40,4% avaliaram que diminuirá por conta da falta de dinheiro; 6,4% disseram que vai aumentar em função da demanda reprimida; 6,4% esperam que voltará a ser como antes; e 4,3% não souberam opinar.

O presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, disse que será necessário investir em inovação e criatividade.

“Ainda estamos em um cenário de dúvidas, o que não ajuda o empresário a ter uma boa perspectiva sobre o futuro de sua empresa. A certeza que temos é a de que o mundo inteiro passa por um novo momento e as empresas terão que se reinventar, buscando novas formas de vender.”

Ele acrescentou:

“Já estávamos trabalhando com um protocolo de reabertura e vamos continuar aprimorando esse projeto junto ao GDF. Estamos preparados e, dentro da nossa possibilidade, vamos tentar que o comércio volte ao normal com segurança e de maneira gradual.”

Leia também: Combo O Antagonista+ Crusoé: 3 meses por R$ 1,90/mês (depois 62% desc.)
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO