Petista é retirado de elevador privativo no Senado

O petista Paulo Rocha ficou nervoso ontem, quando foi convidado por seguranças a se retirar de um elevador privativo do Senado para dar lugar ao embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shely, que visitava a Casa.

Ao sair do elevador, o senador do Pará deu um escândalo.

“Se fosse embaixador da Nicarágua, isso não aconteceria”, gritava ele.

Comentários

  • Lindomar -

    Mas também, os caras são claramente anti-semitas, e no mínimo mal educados. Fez certinho...

  • marcelo -

    os petralhas são claramente anti-semitas e a favor dos terroristas do hezbollah... impõem-se os mandamentos da diplomacia a não exposição de autoridades estrangeiras a situações de constrangimento e desfavores... a preferencia foi claramente ditada pela diplomacia internacional... cale a boca vagabundo petralha!

  • DIVINO -

    Eu acho que tudo quanto é petista e outros comunistas, tem de andar em um elevador separado, pra não sujar as pessoas de bem. Fizeram muito bem os seguranças em retirar esse nojento do elevador. Vai pra Nicarágua, safado.

Ler 129 comentários