ACESSE

Petistas na Câmara pedem punição a Eduardo por suposta entrega de dossiê aos EUA

Telegram

Deputados federais do PT foram ao Twitter comentar a afirmação do deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP), que disse à Justiça que Eduardo Bolsonaro entregou cópia de um relatório sobre antifascistas para a embaixada dos Estados Unidos.

“Que tipo de “patriota” oferece dados de seus concidadãos a um outro país?”, questionou Erika Kokay, do Distrito Federal. “A atitude de Eduardo Bolsonaro de entregar o nome de mil brasileiros antifascistas para o governo dos EUA é um atentado à nossa soberania e não pode ficar impune”.

“Vocês sabiam que a CIA tem autorização formal para ASSASSINAR pessoas fora do território dos Estados Unidos?”, alegou Alencar Santana Braga, de São Paulo. “Se essa notícia [for] verdade, a milícia Bolsonaro está em risco colocando a vida de cidadãos brasileiros. Vamos investigar a fundo isso!”.

“É gravíssima a denúncia de que Eduardo Bolsonaro, o presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, entregou à Embaixada dos EUA um dossiê com mil nomes de opositores do governo de seu pai”, afirmou o ex-senador Lindbergh Farias, hoje deputado federal pelo Rio de Janeiro. “Vamos ver se agora o Comitê de Ética da Câmara toma uma atitude”.

Poucos integrantes do Conselho [e não Comitê] de Ética se pronunciaram. Um deles foi Delegado Waldir (PSL-GO): “pode configurar quebra de decoro parlamentar”.

Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

Leia mais: O estrago do plano do PGR sobre a Lava Jato

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 57 comentários