​Pezão no cravo e na ferradura

Afastado do governo do Rio para tratar um câncer, Luiz Fernando Pezão compareceu à inauguração da linha do metrô Ipanema-Barra para fazer o seguinte discurso, diante de Michel Temer:

“Quero agradecer à presidente Dilma. O último ato dela (antes de ser afastada pelo processo de impeachment) foi liberar recursos para esta obra. O seu primeiro ato também foi liberar recursos para o metrô. O senhor é a pessoa talhada para esse momento do País, esse momento de dificuldade que a gente vive”, disse, segundo o Estadão.

A linha do metrô custou R$ 9,7 bilhões e é considerada o maior legado da Olimpíada.

O Brasil ganhou ao deixar Dilma no passado.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200