Pezão vai ficar a pé

O governador do Rio apresentou dois cenários para o Estado, com e sem a aprovação do pacote de austeridade apresentado na semana passada.

Se não houver ajuste, o rombo nas contas será de R$ 52 bilhões, em 2017 e 2018; com ajuste, o rombo será de R$ 24 bilhões.

O Rio vai ficar a pé de qualquer maneira.