PF analisa dados financeiros de agressor de Bolsonaro

A Polícia Federal acaba de divulgar uma nova nota sobre o andamento das investigações do atentado contra Jair Bolsonaro.

No texto, a PF afirma que estão sendo realizadas diversas diligências, como coleta de depoimentos, análise de dados financeiros e de imagens, mídias e telefones apreendidos.

Leiam:

“A Polícia Federal informa que prosseguem as investigações do inquérito policial instaurado após a prisão em flagrante do autor da agressão ao candidato presidencial Jair Messias Bolsonaro. O preso foi indiciado no artigo 20 da Lei de Segurança Nacional.

Por meio do inquérito, a PF visa identificar todas as possíveis conexões e motivações do crime, além de esclarecer, em toda a sua extensão, as demais circunstâncias vinculadas ao fato criminoso. Para tal, são realizadas diversas diligências policiais como a coleta de depoimentos, a análise de dados financeiros e de outros dados existentes em imagens, mídias, computadores, telefones e documentos apreendidos.

A equipe de policiais da Delegacia da PF em Juiz de Fora/MG conta com o apoio de policiais e recursos da Superintendência Regional de Minas Gerais e também de outras unidades da PF.”

Comentários

  • De -

    Bitcoins e outras moedas virtuais

  • Marcelo -

    Vão achar nada! Ora, o sujeito pagava tudo em dinheiro vivo. Logo, a grana era repassada pela célula terrorista. A investigação deve centrar nos vídeos e em quem banca o jatinho e 4 advogados fam

  • Erigilson -

    Confiamos na lisura e transparencia das investigações.

Ler 56 comentários