Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Em nova operação, PF busca mais documentos sobre Covaxin

Ministério da Saúde é um dos alvos; agentes tentam obter os contratos da Precisa Medicamentos para a venda de imunizantes
Em nova operação, PF busca mais documentos sobre Covaxin
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A Polícia Federal deflagrou nova operação para aprofundar as investigações sobre a negociata envolvendo a Precisa Medicamentos, de Francisco Maximiano, que tentou vender ao Ministério da Saúde milhões de doses da vacina indiana Covaxin.

Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em Brasília, São Paulo e Campinas — autorizados pela Justiça Federal no Distrito Federal.

O inquérito foi aberto pela PF em Brasília após a CPI da Covid ter revelado a existência de condições suspeitas no contrato. Os agentes buscam obter contratos, emails e outros documentos.

Trata-se da quarta ação policial contra o grupo de Maximiano, que tem histórico de rolos no Ministério da Saúde, na gestão de Ricardo Barros.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....