Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

PF corre atrás do coronavoucher perdido

Operação Voitheia II investiga esquema de fraudes em massa do auxílio emergencial; ao menos 5 mil pagamentos teriam sido desviados
PF corre atrás do coronavoucher perdido
Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal deflagrou agora cedo a Operação Voitheia II, em nova fase da investigação sobre desvios em massa do coronavoucher. Cerca de 60 policiais cumprem 22 mandados de busca e apreensão, além de quatro de prisão preventiva, em Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

A ação, autorizada pela 10ª Vara Federal Criminal no Rio de Janeiro, é resultado da chamada Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), da qual participam a Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, CAIXA, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União.

Os investigadores estimam que aproximadamente 5.000 benefícios do auxílio emergencial foram fraudados pela organização criminosa. Na primeira fase da Operação Voitheia, deflagrada em abril deste ano, a PF prendeu quatro pessoas em flagrante.

Em relatório recente, a CGU apurou que o governo teria pago irregularmente R$ 10 bilhões em auxílio emergencial; enquanto o TCU estima essa cifra em R$ 54 bilhões.

Voitheia, em grego, significa auxílio, ajuda.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO