PF deflagra também operação contra fraudes em fundos municipais

Além da ação no Rio que desbaratou esquema no Serpros e no Postalis, a Polícia Federal deflagrou hoje a Operação Encilhamento, segunda fase da Papel Fantasma, que apura fraudes em previdências municipais.

Policiais federais e auditores-fiscais da Receita Federal cumprem 60 mandados de busca e apreensão e 20 mandados de prisão temporária expedidos pela 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo nos estados de SP, RJ, MG, PR, MT, SC e GO.

Com o avanço das investigações, foram identificados 28 Institutos de Previdência Municipais que investiram em fundos que, por sua vez, direta ou indiretamente, adquiriram os papéis sem lastro.

Há o envolvimento de uma empresa de consultoria e elementos que apontam para corrupção de servidores ligados a alguns Institutos de Previdência.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. A SPC, Secretaria da Previdência Complementar ou Órgãos de Fiscalização Federal não fiscalizam os Relatórios Anuais dos Fundos de Pensão? As exigências para implantação de um FP não são mantidas à sua Administração, Operação e, principalmente, ao seu cumprimento das respectivas Normas? Porquê o Governo Federal espera o saque das instituições, para tomar as medidas cabíveis contra a corrupção? A fase do petismo está passando, mas, as entidades deverão se cuidar melhor e seus administradores devem pagar com a perda da liberdade e de seu patrimônio, pelos prejuízos causados …

Ler mais 31 comentários
  1. A SPC, Secretaria da Previdência Complementar ou Órgãos de Fiscalização Federal não fiscalizam os Relatórios Anuais dos Fundos de Pensão? As exigências para implantação de um FP não são mantidas à sua Administração, Operação e, principalmente, ao seu cumprimento das respectivas Normas? Porquê o Governo Federal espera o saque das instituições, para tomar as medidas cabíveis contra a corrupção? A fase do petismo está passando, mas, as entidades deverão se cuidar melhor e seus administradores devem pagar com a perda da liberdade e de seu patrimônio, pelos prejuízos causados …

  2. Se for feita uma auditoria criteriosa, vai se encontrar muitas fraudes que fazem com que a situação da Previdência demonstre um deficit que na realidade é ocasionado por pagamentos indevidos, e dividas bilionárias que foram negociadas com os nossos políticos, fato este também ilícito, e finalmente as aposentadorias milionárias que recebem a nossa classe de políticos
    , com apenas 2 mandatos, enquanto o trabalhador da Empresa privada quando se aposenta depois de anos de trabalho, tem seus benefícios reduzidos a cada ano. Isto é uma injustiça, esta sim é que precisa de uma reforma!

  3. As prefeituras são as escolas da latropolíticos. É aí que se aprende todas as maracutaias, para serem aplicadas em maior escala no futuro, quando chegam a Brasília.

  4. PQP, só hoje são 3 ações da PF. É bandido por todos os lados, e não deve ter chegado nem na metade. As FFAA tinham que intervir urgentemente e fazer uma faxina no país. O Brasil não aguenta mais e fica parado em investimentos. O que está saindo de capital estrangeiro é um absurdo, principalmente porque não existe segurança jurídica. O que os militares estão esperando? Chegar ao fundo do poço? Desse jeito vai levar 100 anos para se recuperar.

  5. AQUI EM DIVINÓPOLIS MINAS GERAIS A DIVIPREV É SUSPEITA DE APLICAÇÕES IRREGULARIDADES NA XP INVESTIMENTOS E OUTROS FUNDOS DE INVESTIMENTOS. ANTAGONISTA APURA AÍ SE TAMBÉM ESTAMOS NA LISTA.

  6. O ex-prefeito de Uberlandia/MG foi preso na operação encilhamento. Rombo de mais de 300 milhões no fundo de pensão municipal. Foi lider do partido no governo Lula (2010). Fundado do PT em Minas Gerais. Precisa dizer mais alguma coisa?

    1. E do Haddad “O Poste” também.
      Mas este já ela sabido que estava quebrado, o que não se falava é se teve corrupção também.

    1. Sampaprev tá na berlinda já faz tempo, não foi no último ano que isso ocorreu, é perigo que o problema tenha vindo do antecessor. mas as investigações que vai definir isso.